A Importância da Doação de Sangue

Você sabia que dia 25 de novembro é o dia nacional do doador de sangue? Esta data foi escolhida pelo Ministério da Saúde pela proximidade com os feriados prolongados de final de ano, férias de verão e carnaval, pois são períodos onde os estoques dos bancos de sangue estão mais baixos e os índices de doação também.

O sangue é um composto de células que cumprem funções como levar oxigênio a cada parte do nosso corpo, defender nosso organismo contra infecções e participar na coagulação. A doação de sangue beneficia ainda, cirurgias de alta complexidade como transplantes, transfusão de sangue, pacientes em tratamento quimioterápico e pacientes com leucemia. A doação de sangue é indispensável para pacientes de doenças crônicas graves como Doença Falciforme e Talassemia. O sangue é insubstituível!

A doação de sangue é voluntária, com uma doação é possível beneficiar até 4 pessoas. Um adulto tem em média 5 litros de sangue e durante a doação são retirados 450 ml de sangue que é separado em hemácias, plasma e plaquetas. A quantidade de sangue retirada não afeta a sua saúde porque a recuperação é imediatamente após a doação.

A coleta é realizada com material descartável e não proporciona nenhum risco para o doador e nem para o receptor, pois são realizados testes no material coletado. Para realizar a doação é necessário comprimir com alguns requisitos, além de passar por uma entrevista onde é de extrema importância a veracidade das informações prestadas para segurança de todos.

Requisitos para doar sangue:

Ter idade entre 16 e 69 anos, estar em bom estado de saúde, pesando mais de 50kg, estar em posse de documento de identidade com foto, menores de 18 anos só podem doar com o consentimento formal dos responsáveis. Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente.

  • Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue. Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas.
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.
  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos .
  • A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulheres.
  • O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Há impedimentos temporários e permanentes para doação de sangue, os temporários são:

  • Gripe, resfriado e febre: aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Período gestacional;
  • Período pós-gravidez: 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana
  • Amamentação: até 12 meses após o parto;
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação);
  • Extração dentária: 72 horas;
  • Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses;
  • Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses;
  • Transfusão de sangue: 1 ano;
  • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
  • Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;
  • Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).

 Não podem doar sangue em hipótese alguma:

  • Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue:  Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis;
  • Malária

Como você pode doar sangue?

Procure o Hemocentro da sua região ou o hospital de referência da sua cidade, checar se você atende os requisitos necessários para doação.

Doe sangue, salve vidas!

Sobre o Autor

Morgana Lovato Cantarelli administrator

Proprietária da Empresa Corpo em Ação , educadora física formada no IPA (1991), especializada em pedagogia do treinamento desportivo, especializada em pilates, palestrante, professora de massoterapia e Estado do Rio Grande do Sul

Deixe uma resposta