10 de março dia do telefone: O uso excessivo de celulares pode causar problemas de saúde e complicações na vida social

Já falamos aqui no blog (você pode conferir essa matéria anterior através deste link http://www.corpoacao.com.br/blog/text-neck-sindrome-do-pescoco-de-texto/), recentemente sobre TEXT NECK em uma tradução livre pescoço de texto, o uso excessivo de smartphones pode causar essa síndrome, é uma doença já conhecida como ERGOFTALMOLOGIA, muito comum em avaliadores de penhor, trabalhadores que utilizam microscópios e que ficam por longas jornadas com o pescoço fletido, e bem como usuários de notebook sem suporte.  Com a chegada dos smartphones a patologia tornou-se cada vez mais comum entre a população e não restrito somente aos trabalhadores.

Mas os efeitos negativos dos Smartphones não se resumem somente a TEXT NECK,  o uso abusivo da internet causa dependência tecnológica que trazem comportamentos prejudiciais à saúde como: ansiedade, estresse, irritabilidade e alteração do apetite.  Ao serem ignorados, os sinais podem desencadear uma série de doenças críticas. A mais preocupante é a depressão por conta das redes sociais, o usuário fica dependente das curtidas e  likes, e quando suas publicações não atingem o número esperado, o mesmo entra em profunda frustração, levando a depressão conforme a recente pesquisa publicada na revista Cyberpsychology, Behavior, and Social Networking que comprova essa relação.

 Insônia, a luz emitida pelos dispositivos faz com que o organismo produza menos melatonina – hormônio responsável pela regulação do sono. Sendo assim, recomenda-se não utilizar o aparelho pelo menos 30 minutos antes de dormir. É um mito que se estende popularmente de que o uso dos aparelhos pode causar sono.  Com relação as crianças o uso abusivo dos celulares é mais grave ainda, para a neurologista Anna Karla Smith, do Instituto do Sono, de São Paulo, o descanso é tão importante para o desenvolvimento e bem-estar da criança quanto a nutrição e a atividade física. Conforme um estudo do King’s College, de Londres, reuniu dados de 125.198 crianças e adolescentes entre 6 e 19 anos de idade, em diversos países, e detectou efeitos negativos do uso do aparelho no período de descanso em diferentes graus de gravidade. Os pesquisadores verificaram de má qualidade do sono a doenças como obesidade e depressão infantil.

Há ainda uma grande lista dos malefícios do uso abusivo dos aparelhos que vão desde infertilidade nos homens como infecções causadas pelos milhares de micróbios que se instalam nas telas dos telefones. O mais preocupante é o quanto deixamos de lado as pessoas que estão em nossa companhia solitárias pois estamos dando atenção ao aparelho e não a ela. Este tipo de atitude tem afastado as pessoas.

É fundamental o uso equilibrado das tecnologias para não nos tornamos reféns de um comportamento tão individualista e que nos afasta das verdadeiras relações.

Sobre o Autor

Morgana Lovato Cantarelli administrator

Proprietária da Empresa Corpo em Ação , educadora física formada no IPA (1991), especializada em pedagogia do treinamento desportivo, especializada em pilates, palestrante, professora de massoterapia e Estado do Rio Grande do Sul

Deixe uma resposta