A Inatividade Física em Tempos de Coronavírus

“Praticar esportes é fundamental para o corpo e para a mente e ajuda a prevenir doenças como diabetes e hipertensão. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a inatividade física é considerada o quarto maior fator de risco de mortes no mundo (05/04/2019)”.

Mas como se exercitar em tempos de Coronavirus?

O Ministério da Saúde fez um alerta a população em uma publicação de 2017: três em cada 100 mortes registradas no país podem ter sido influenciadas pela inatividade física. Dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, apontam que dos 1,3 milhão de óbitos registrados em 2017, 34.273 mil estão relacionados às doenças como o diabetes, o câncer de mama e o de cólon e cardiovasculares. Males que estão relacionados à falta da atividade física no dia-a-dia.  Praticar esportes, sejam de baixo ou de alto impactos, é fundamental para o corpo e para a mente. Além de prevenir as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) ligadas ao excesso de peso, como a hipertensão e o diabetes; as cardiovasculares e a alguns tipos de cânceres, o exercício regular desencadeia uma série de efeitos benéficos ao corpo. Além disso, caminhada, lutas e outras modalidades esportivas melhoram o condicionamento físico, auxiliam o controle de peso, alivia o estresse, melhora a qualidade do sono, entre outros benefícios que podem ser observados. 

Metade da população brasileira não atinge a quantidade mínima de atividade física necessária para se manter saudável: 150 minutos de atividade em intensidade moderada ou 75 minutos em intensidade vigorosa por semana.  E em época de Covid-19, os índices de inatividade, com certeza, estão aumento devido à necessidade de isolamento social para conter o avanço do vírus.

Como se exercitar em tempos de Coronavírus?

Já que precisamos nos proteger do Coroavirus, evitando o convívio social, a grande saída para se tornar ativo fisicamente é exercitar-se em casa mesmo. Existem muitos programas de prescrição de exercícios sendo promovidos nas redes sociais e em vários canais de propaganda. O ideal é procurar um programa elaborado por um profissional de Educação Física que irá prescrever um treinamento diante se duas condições físicas e necessidades. Busque sempre orientação de um profissional, pois temos visto por aí; blogueiros, artistas e outros, dando dicas para os seus seguidores.

Existem várias formas de se manter ativo dentro da sua residência, sim. Os profissionais de Educação Física já estão preparados para este “novo normal”.

Uma dica para começar a sair da zona de conforto e deixar a inatividade física de lado: a cada 1hora sentado, caminhe dentro da sua casa por 5 minutos.

E vamos no movimentar pessoal, boa sorte a todos!

Sobre o Autor

Morgana Lovato Cantarelli administrator

Proprietária da Empresa Corpo em Ação , educadora física formada no IPA (1991), especializada em pedagogia do treinamento desportivo, especializada em pilates, palestrante, professora de massoterapia e Estado do Rio Grande do Sul

Deixe uma resposta

CBDOILKaufen.com