Saúde Emocional no Trabalho e Cuidados importantes


Estudos apontaram que o número de pessoas que vivem com depressão aumentaram 18% entre 2005 e 2015, conforme relatório da global da Organização Mundial de Saúde (OMS) em 2017. O mesmo estudo aponta que distúrbios relacionados à ansiedade afetam 9,3% (18.657.943) das pessoas que vivem no Brasil. Estes números ressaltam a importância de como devemos cuidar da nossa saúde emocional.

A vida está muito corrida para a grande maioria, vivemos um universo no qual obtemos respostas imediatas com dois toques no celular, tecnologias que avançam todos os dias, cobranças e metas de trabalho cada vez maiores, vida pessoal e muitas outras atribuições. Se não soubermos gerenciar nossas emoções em meio a tantas relações em nossa vida, uma hora esta bomba emocional irá estourar. Para que isto não ocorra devemos cuidar da nossa saúde emocional. Mas afinal o que é saúde emocional?

O conceito de saúde conforme a OMS/OPAS está dividido em 3 esferas são elas, mental, social e física, ter saúde nada mais é do que manter esses 3 pilares em harmonia/equilíbrio. A saúde emocional está inserida na esfera de saúde mental. Uma pessoa com uma boa saúde emocional é aquela que está no controle de suas emoções, ou seja, goza de um bom estado psicológico, livre de transtornos emocionais como ansiedade, depressão, pânico e entre outros. A ONU alerta que alguns dos principais fatores de risco para a saúde mental de trabalhadores são assédio e bullying, excesso de trabalho, jornadas inflexíveis, ameaça de desemprego, entre outros. Os trabalhadores com depressão e ansiedade tem um número maior na queda de produtividade, no mesmo estudo a ONU comprova que empresas que adotam programas de qualidade de vida tem ganhos de saúde e na alta da produtividade.

No ambiente coorporativo, algumas mudanças de atitudes irão ajudar muito na melhora da saúde emocional, e também, a lidar com situações adversas no ambiente de trabalho. Vamos praticar as mudanças?

  • Não leve as questões profissionais para o lado pessoal, separar esses dois aspectos não é simples, mas devemos realizar um feedback  para encontrar as possíveis falhas e corrigi-las.
  • Faça pausas ao longo do dia, já falamos aqui no blog o quão importante e necessário fazer pequenas pausas para manter a qualidade do seu trabalho e melhora da saúde.
  • Não leve os problemas do trabalho para casa, eles devem ficar no trabalho.
  • Evite conflitos com colegas de trabalho.
  • Não aja por impulso, pense e reflita nas consequências do que está prestes a dizer. A escolha da palavra errada pode prejudicar você e afetar emocionalmente o seu interlocutor.
  • Tenha foco, não abrace mais atividades do que você dá conta.

Por fim, pessoas emocionalmente saudáveis são resilientes, flexíveis com mais disposição para aprender e adaptar-se às mudanças, possuem equilíbrio entre trabalho e lazer. Além de serem autoconfiantes e donos de uma grande autoestima.  Se cada dia trabalharmos, um pouco que seja o nosso lado emocional, estaremos cada vez mais próximos de uma excelente saúde emocional assim como um ambiente corporativo mais feliz. 

Sobre o Autor

Morgana Lovato Cantarelli administrator

Proprietária da Empresa Corpo em Ação , educadora física formada no IPA (1991), especializada em pedagogia do treinamento desportivo, especializada em pilates, palestrante, professora de massoterapia e Estado do Rio Grande do Sul

Deixe uma resposta